quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Para Refletirmos


“Não fechemos, pois, por nossa desumanidade, a porta da misericórdia de Deus, a qual se apresenta a nós tão liberalmente.”

“Os homens jamais encontrarão um antídoto para suas misérias, enquanto, esquecendo-se de seus próprios méritos, diante do fato de que são os únicos a enganar a si próprios, não aprenderem a recorrer à misericórdia gratuita de Deus.” [João Calvino, O livro do Salmo, Vl 1, (Sl 6.4), pp.128,129.]


postado por,
Priscilla Mesquita

3 comentários:

Ailton Lewi disse...

olá menina!
Olha, continue postando, o propósito é belo!

mande um forte abraço ao seu irmão Onésimo!

ass: nego do eusébio (ele sabe quem é)...

Graça e paz nina!

Apologia e Espiritualidade disse...

Obg por apreciar o blog, nossa intensão é edificar uns aos outros e defeder a fé reformada, o Onésimo está aqui em nossa cidade esses dias, seu recado será dado.

Apologia e Espiritualidade disse...

Nesse mundo de pensamento tão rebelde contra Deus, nós os cremos em Cristo devemos sempre lebrar das palavras de Paulo" Rogo-vos pois pelas misericordias de Deus"
Que concordam muito bem com o mestre da Reforma quis dizer.
Grande texto de Calvino!

Parabens!

Onesimo Mesquita.